terça-feira, 26 de julho de 2016

Oratio sustenida


-  Criador das coisas belas
(e dos homens vis)! -

Livrai-me das almas insossas
Da incoerência,
Das insipiências,
E da sensatez.

Livrai-me da neutralidade,
Das dúbias verdades,
Da hedionda tragédia
Da desfaçatez.

Livrai-me, por piedade,
Do sorriso sem alma,
Da palavra oca,
Dessa lucidez.

E, se não for mal rogado,
O pedido infame
Da má criação:
Fazei-me escorrer entre as letras,
Vestir poesia,
Eterna nudez!

Fabiana Gusmão, 26 de julho de 2016




Nenhum comentário:

Postar um comentário